shop

Glambox fevereiro 2016

14 março, 2016
Glambox fevereiro

Em fevereiro deste ano assinei pela primeira vez a Glambox, uma caixa que você recebe mensalmente com diversos produtos cosméticos para testar, de acordo com seu perfil. Já vi pessoas falando muito bem, como outras falando mal, e resolvi testar essa brincadeira.

A parceria desse mês da Glambox foi com as marcas Phytoervas e Giovanna Baby, o primeiro trazendo seus produtos pra cabelo, e a segunda trazendo seu conhecido cheirinho de bebê.

PHYTOERVAS

Adorei que a primeira caixa já veio com uma marca que queria testar, pois já haviam me falado que os produtos deles eram ótimos, e mais naturais. Como demorei pra receber minha caixa de fevereiro (quase final do mês), ainda não testei os produtos da Phytoervas, mas o shampoo já vai entrar no meu box. Tenho usado também menos condicionador agora que cortei o cabelo, pra não pesar tanto (meu cabelo é oleoso), mas vou usar ele junto com o shampoo, pra testar melhor o resultado dessa linha.
Já o shampoo seco não me vejo usando tão cedo, porque não é um produto que curto muito. Não consigo sair de casa sem lavar o cabelo, e mesmo sendo pra controle de oleosidade não confio muito na minha satisfação com ele. Vou no mínimo testar um final de semana desses, que eu fique em casa pra garantir que não vou sair de cabelo melado, hahaha.

GIOVANNA BABY

Apesar de ser fã de perfume doce, a fragrância da Giovanna Baby é um pouquinho enjoativa pra mim, mas já consegui testar todos os produtos da marca. O desodorante achei agradável, não é forte demais, mas também não usei com perfume doce, pelo cheiro dele. Sei que eles mandam versão teste, mas a embalagem pequena durou apenas uma semana.
A deo colônia usei uns dois, três dias, e é muito enjoativa pra mim. Tenho pouquíssimos perfumes que gosto, porque qualquer coisa me enjoa e da dor de cabeça. Mas pra quem curte o cheiro, o perfume é ótimo, dura o dia todo.
O hidratante tem um cheiro ótimo, da linha blue, mais suave, e tem uma textura bem gostosa. Não tenho o costume de usar hidratante sempre, mas gosto sempre de ter um, pra usar quando dá vontade, e até pra massagem. A embalagem desse é bem gigante, já sei que vai durar muito tempo na minha mão.
Agora meu favorito foi o gel higienizante. Não costumo comprar esse tipo de produto, mas adorei a ideia de ter um desse na bolsa, pra quando precisar. E além de eliminar bactérias, também hidrata a mão, e tem aquele cheirinho de Giovanna Baby suave. Tá todo dia comigo, e uso sempre.

Alguém de vocês assina Glambox, ou algum tipo de assinatura do gênero? Conta aí!

pessoal

28 coisas antes dos 29

15 janeiro, 2016
Colonia Del Sacramento

No meu aniversário do ano passado fiz a lista de 27 coisas pra fazer antes dos 28, dos 27 itens, completei 9. FUÉN! Errei feio, errei rude. Mas 2016 é um novo ano, vamos tentar novamente haha. A lista foi montada baseada nas coisas que estou planejando pro ano que vem, e algumas coisas da lista anterior que não mudaram.
P.s.: o post tá saindo bem atrasado por conta das férias!

  1. Completar 60% da minha lista 101 coisas em 1001 dias.
  2. Ler um livro por mês.
  3. Fazer a carteira de motorista.
  4. Tomar banho de cachoeira.
  5. Fazer uma trilha nova.
  6. Viajar pra SP.
  7. Ver um nascer do sol.
  8. Fazer a terceira tatuagem.
  9. Fazer passaporte.
  10. Planejar a próxima viagem 2016/2017.
  11. Mudar.
  12. Começar algum exercício.
  13. Evoluir a Dukestone.
  14. Fazer algo novo em relação a carreira.
  15. Menos junk food, e menos tele-entrega.
  16. Conhecer um lugar novo.
  17. Assistir uma peça no teatro.
  18. Ver Wicked no Brasil!!!
  19. Guardar dinheiro na poupança.
  20. Mandar cartas.
  21. Tirar fotos com a analógica e revelar uma vez por mês.
  22. Começar alguma atividade nova pro horário pós-trabalho.
  23. Comprar uma instax.
  24. Comprar uma câmera digital.
  25. Fazer a sobrancelha pigmentada.
  26. Ler um livro que já li, em inglês.
  27. Fazer um video.
  28. Trocar de celular.

E a lista do ano passado ficou assim:

  1. Fazer a terceira tatuagem.
  2. Conhecer Buenos Aires.
  3. Comprar um apartamento, ou ao menos ter boa parte desse projeto encaminhadodesisti desse projeto no início do ano, o foco agora é outro.
  4. Ver um nascer do sol (de preferência na praia).
  5. Acampar (odeio a ideia, mas nunca fiz).
  6. Viajar pra Itú/SP (ver Patotah <3).
  7. Me inscrever em uma pós/especialização. – tentei, mas não achei nenhuma que realmente me interessasse.
  8. Fazer algum progresso no trabalho (seja salário, equipe, algo novo e maior).
  9. Fazer uma trilha nova.
  10. Tomar banho de cachoeira (nunca fiz acredita?).
  11. Fazer um passeio novo de barco.
  12. Alugar uma casa em qualquer lugar via Airbnb – aluguei pra final do ano :D
  13. Fazer um piquenique.
  14. Fazer a carteira de motorista – 2016?
  15. Fazer algum exercício regularmente (academia, dança, yoga, etc) – BIG FAIL.
  16. Começar algum projeto pessoal (fora do trabalho) – YAS! Tô super envolvida na marca de camisetas do namorado, Dukestone, que inclusive entrou como cliente na agência que trabalho.
  17. Ir a um festival de música (de novo, nunca fui).
  18. Comprar uma câmera (analógica e/ou digital).
  19. Criar e desenvolver uma cara pro blog, sou web designer pra que? – atualizei e deixei ele bem como quero, mas foi em cima de um template existente já, então não vou contar como feito.
  20. Completar 30% da minha lista 101 coisas em 1001 dias.
  21. Postar mais (bem mais) no blog – falhei miseravelmente, foram 10 posts no ano (sem contar esse).
  22. Atualizar o portfolio, deixar ele 100%nunca levei em frente, atualizo só meu behance.
  23. Ler um livro por mêsnão cheguei nem perto disso hahaha.
  24. Ter alguma planta em casa (pode ser tempero) e cuidartive plantas, não duraram pois, gatos.
  25. Participar mais ativamente de algum trabalho voluntário – sempre me envolvo no que posso, compro coisas de ongs, ajudo projetos no Catarse, mas não fiz nenhum trabalho.
  26. Colocar uma rede no apê – desisti da ideia.
  27. Ir em um show – Banda Mais Bonita da Cidade <3
viagens

Buenos Aires – Dia 5

17 novembro, 2015
Feira de San Telmo

No último Ano Novo fiz a minha primeira viagem internacional, e o destino escolhido foi Buenos Aires. Eu, meu melhor amigo e minha irmã mais velha fechamos um pacote com agência no final de novembro, de 5 dias e 4 noites com passagem, hotel, traslado e city tour incluso. Demorou um pouco, mas vou contar dessa minha experiência pra vocês. Veja também: Dia 1 / Dia 2 / Dia 3 / Dia 4 / Dia 5.

Demorou, mas aqui o último post da viagem. Nesse ritmo faço o post do ano novo no carnaval u.u
Como o nosso último dia em Buenos Aires era um domingo, já tínhamos planejado o que fazer nesse dia: Feira de San Telmo! Ela acontece todos os domingos, no bairro de San Telmo (!), e como nosso vôo era umas 16h, acordamos bem cedo, tomamos café, e pegamos o táxi pra não perder tempo.

Chegamos quando os feirantes estavam terminando de montar os estandes, e aproveitamos pra tirar uma foto com a Mafalda. Pra quem não sabe, Mafalda é uma criação do artista Quino, e esse banco foi colocado ali em homenagem a ele, que morava no prédio da esquina das ruas Chile e Defensa. A Mafalda é considerada a segunda mulher mais famosa da Argentina, perdendo apenas para Evita.

San Telmo é (mais) um bairro maravilhoso! Sendo o bairro mais antigo da cidade, San Telmo ainda guarda muitas memórias da arte e cultura do argentino, além dos lindos prédios dos séculos 18 e 19. E todos os domingos, desde 1970, a Feira de Antiguidades vem pra os que gostam de lembrar do passado. Ela começa na Plaza Dorrego, onde vemos os feirantes de antiguidades (preparem-se pra muitas quinquilharias lindas que você vai desejar), e vai percorrendo toda a rua Defensa (que é bem grande).

Ali vemos de tudo, parece quase um camelô de rua. De produtos artesanais a feitos em massa, só tem felicidade! Eu aproveitei pra comprar uma plaquinha, que é bem comum em Buenos Aires, normalmente pintadas á mão. Também comprei uma bolsa de couro pra mãe, chimichurri artesanal pro pai, pingente de ametista, camiseta da cidade, enfeites, etc. Vá com trocados, e tente negociar. E preste atenção! Tem muitos feirantes que vendem coisas iguais com valores diferentes, mas a rua é bem longa, impedindo você de voltar pra pegar o mais barato se não tiver muito tempo.

Depois da feira corremos pro hotel, fizemos nossa última refeição argentina nas Galerias Pacífico, e nos arrumamos pra aguardar nosso transfer pro aeroporto. Deu frio na barriga na hora de ir embora, a vontade era ficar mais 20 dias, mas também fomos com a certeza de tempo bem aproveitado.

Como blogueira fail que sou, quase um ano depois termino esses posts da viagem. Me enrolei demais, e meses depois é mais difícil ainda lembrar dos detalhes. Pra próxima vou tentar atualizar assim que voltar, ou quando estiver viajando. E pra quem tá curioso, dessa vez vai ser Uruguai e Argentina :D